O imposto de renda (IR) é o imposto mais conhecido no país. Você provavelmente já ouviu falar ou teve que lidar com isso. Mas você sabe o que é, para que serve e por que o governo quer saber sobre suas contas?

É importante também estar atento as mudanças que ocorreram no ano de 2021. Devido ao auxílio emergencial pago pelo governo. Para se atualizar sobre as novidades do IRPF, ou até mesmo começar a entender como este imposto funciona, acompanhe-nos por este texto.

Imposto de renda 2021

Imposto de renda 2021

Afinal, o que é imposto de renda?
Ele é um imposto federal – como o nome sugere – sobre a renda. Ou seja, sobre o que você recebe. E segue também seu desenvolvimento patrimonial. Para realizar esse monitoramento, o governo está solicitando aos trabalhadores e empresas que notifiquem a Receita Federal de seus ganhos anuais.

Ganhe e gaste dinheiro o ano todo. Como regra, a renda é tributada após o recebimento. No ano seguinte, o pequeno leão dos ganhos julga se o que ele cobrou é realmente o que você teria que pagar com base em sua renda.

Para que o leão tenha todas essas informações, você deve preparar a “declaração anual de ajuste” para o IRPF (Imposto de Renda sobre Pessoas Físicas). A declaração é sempre feita do início de março até o final de abril. E você deve apresentar todas as suas receitas e despesas de serviços no ano passado.

Como eu faço para declarar à Receita Federal o IRPJ?

Para declarar o Imposto de Renda a Receita desenvolveu um programa que permite preencher determinados campos e áreas com suas informações. Isso cria um documento listando todas as principais ações financeiras do ano. Para baixar o programa acesse o site do IRS e baixe o programa (https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/centrais-de-conteudo/download/pgd/dirpf) ou, acesse o serviço “Meu Imposto de Renda do Centro Virtual de Atendimento” (e-CAC) da RFB, ou ainda, por dispositivos móveis, tais como tablets e smartphones, pelo aplicativo “Meu Imposto de Renda”.

E o que eu preciso para declarar o imposto de renda?
Basicamente todas as suas despesas e receitas. Você precisa declarar seu salário anual, o carro que possui, a casa, a escola das crianças e, se for para a faculdade, pagar um seguro de saúde e economizar dinheiro. Isso é quase tudo na vida.

Quem precisa declarar o imposto de renda?
Se você faz parte de qualquer um dos grupos abaixo, saiba que é necessário declarar imposto de renda. Se você não declarar, terá que pagar uma multa.

Renda: se você recebeu, por exemplo, um salário anual superior a R$ 28.559,70. Ou o retorno dos seus investimentos anuais foi superior a R$ 40.000,00.

Atividade rural: apresentou renda bruta superior a R$ 142.798,50. Você plantou soja ou vendeu seu gado? Você terá que declarar. Ou, se você quiser compensar qualquer dívida pendente em impostos, agora é a hora também.

Operações de ganho de capital e bolsa de valores: se, em qualquer mês do ano, você tiver ganho capital na venda de bens ou direitos, sujeito a impostos, ou tiver realizado operações em bolsas de valores, commodities, futuros e similares.

Bens e direitos: Você possuía ou possuía, até o último dia do ano, bens ou direitos, incluindo terras nuas, com um valor total superior a R$ 300.000,00.

Condição de residente no Brasil: alterada para condição de residente no Brasil em qualquer mês e nessa condição ele estava até o último dia do ano anterior.

Dependendo de todos esses fatores, você poderá pagar 27,5% do Imposto de Renda no boletim de salário ao longo do ano. É de chorar? Sim, então declare tudo corretamente.

Como funciona o pagamento do imposto de renda (IR)?
Caso contrário, você paga o valor restante. Para o pagamento do valor restante, a rotatividade fornece um recibo bancário ou um débito automático.

Porque esses valores são cobrados?
Em teoria, é social. A ideia é que a parte da população com maior renda contribua mais para o governo, a fim de gerar dinheiro para melhorias na qualidade de vida de toda a população.

Para onde esse rendimento vai?
Segundo o Ministério das Fazenda, parte dos impostos cobrados vai para programas de saúde, educação e transferência de renda, como o “Fome Zero” e o “Bolsa Família”.
Outra parte está relacionada aos programas de criação de empregos e inclusão social, como o plano de reforma agrária, construção de moradias de baixo custo, saneamento e reestruturação de áreas degradadas.
Parte também visa investir em infraestrutura, segurança pública, cultura, esporte, proteção ambiental e promover o desenvolvimento da ciência e da tecnologia. Em teoria, o pagamento do imposto de renda traz dinheiro para melhorias no país.

As mudanças que ocorreram no IRPF 2021.
As principais mudanças que ocorreram no IRPF 2021, foram devidas a Pandemia de Covid-19 que assolou o Brasil no ano de 2020, fazendo com que inúmeros brasileiros tivessem que recorrer ao auxílio emergencial. Veja abaixo uma lista das principais disposições que podem afetar sua declaração:
• Quem recebeu auxílio emergencial para enfrentamento da emergência de saúde pública causada pelo Corona Vírus, em qualquer valor, e outros rendimentos tributáveis em valor anual superior a R$ 22.847,76, está obrigado a apresentar a Declaração de Ajuste;
• O beneficiário do auxílio emergencial que recebeu, em 2020, outros rendimentos tributáveis em valor superior a R$ 22.847,76, deve devolver por meio da Declaração de Ajuste, caso ainda não o tenha feito, o valor do auxílio recebido por ele ou pelos dependentes constantes dessa declaração;
• A partir da Declaração do exercício 2021 é possível enviar a informação de sobrepartilha sem a necessidade de retificar a Declaração Final de Espólio da partilha enviada anteriormente.
Fique atento ao prazo que termina no dia 30 de abril de 2021.
O prazo para envio da declaração continua o mesmo. O contribuinte tem até 30 de abril, até 23h59 do horário de Brasília, para enviar o documento à Receita Federal.

Conte com uma contabilidade como parceira.
As suas informações financeiras e patrimoniais precisam ser conhecidas e estudadas por um profissional qualificado, isso é importante para que você tenha certeza que não está pagando mais do que deveria, ou deixando de receber a devida restituição.

Fale hoje mesmo com a ContaJá, sua contabilidade online. Temos um canal especializado para Imposto de Renda 2021.